29 May

Não são só os pequenos que choram…

Pequenino chorando
Pequenino chorando

Quando falamos do mundo empresarial, todos choram em um momento ou outro, englobando aqui tanto empreendedores individuais, autônomos, como as pequenas e médias empresas, não sempre são apenas os pequenos, inexperientes, que choram. Algumas vezes isso ocorre com os grandes também.

No início de seus empreendimentos, todos pensam que o mais importante, onde irão gastar a maior parte de sua energia, é possuir um ótimo produto, ou ser capaz de prestar um ótimo serviço. Logo descobrem, que o mais difícil é captar os clientes. Atrair eles para o seu produto ou serviço e superar as objeções deles. Alguns nunca conseguem superar essa fase e saem do mercado, antes mesmo de terem entrado de verdade.

Depois que se supera esse primeiro obstáculo, começa um crescimento revigorante e consistente. Nesse momento todos pensam que agora o céu é o limite, pois já temos todas as respostas… O problema é que depois de algum tempo, as perguntas mudam e então, as suas respostas deixam de valer…

Chega um ponto onde o grande obstáculo passa a ser composto de três variáveis: capital de giro, processos e pessoas. A primeira se faz presente antes e muitos ao solucioná-la imaginam estar prontos para crescer novamente, então quando as outras duas se manifestam, deparam-se com empresas “travando”. Torna-se impossível manter o ritmo de crescimento e muitas vezes, muito difícil de não encolher…

Isso ocorre com a empresa que não consegue mais escoar seus produtos, com o prestador de serviços que não consegue crescer sua equipe na velocidade certa e com o palestrante que não consegue mais encontrar locais com a infraestrutura necessária.

Mas então, qual é a solução para isso? Algo que todos fazem no início de seus empreendimentos, mas aos poucos vão dando menor importância, até relegarem para o segundo plano, aí só nos resta lembrar da célebre frase de Benjamin Franklin:

Se você falhar em planejar, estará planejando falhar!

 

Como de costume, aqui recomendo uma leitura:

Guia de planejamento

Leave A Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

four × four =