26 ago

Erro initramfs no prompt

Você está tentando carregar o seu Linux Mint e quando deveria aparecer a tela para inserir a senha, vem a mensagem de erro do initramfs, no prompt e o sistema não continua.

Tela do erro no Linux Mint (cortesia Rodrigo Paim)

A solução

Para resolver esse problema você precisará reparar o seu sistema de arquivos do Linux, mas não se preocupe que o procedimento é bem fácil. Basta executar dois comandos. O primeiro é para sair do prompt do initramfs, para isso, simplesmente digite exit.

(initramfs) exit

Então será apresentada uma tela, mostrando o caminho do seu sistema de arquivos, procure por uma linha que inicia por /dev, pois ela indica o caminho do seu sistema de arquivos.

Mensagem indicando o caminho do sistema de arquivos

No exemplo acima, pode ser identificado que o caminho correto é /dev/sda5, então poderemos executar a verificação manual do sistema, com o seguinte comando:

fsck /dev/sda5 -y

Com esse comando o sistema de arquivos será analisado e corrigido. Lembre-se de substituir /dev/sda5 pelo caminho do seu próprio sistema de arquivos e não esqueça do -y para a correção.

Muito importante: Para evitar a ocorrência de danos graves no seu sistema de arquivos NÃO execute esse comando num sistema de arquivos que esteja montado, ou seja, que esteja rodando normalmente.

A tela vai correr mostrando algumas informações, não se preocupe, pois basta aguardar. Quando o processo estiver finalizado, simplesmente reinicie o computador, com o comando a seguir:

reboot

Para saber mais a respeito do comando fsck (file system checker), visite o help dele no sistema, ou simplesmente confira abaixo:

Uso:
fsck [opções] — [opções-sis.arq.] [<sistema de arquivos> …]

Verifica e repara um sistema de arquivos do Linux.

Opções:
-A verifica todos os sistemas de arquivos
-C [<fd>] exibe uma barra de progresso; descritor de arquivo para GUIs
-l trava o dispositivo para garantir acesso exclusivo
-M não verifica sistemas de arquivos montados
-N não executa, apenas mostra o que seria feito
-P verifica sistemas de arquivos em paralelo, incluindo o raiz
-R ignora o sistema de arquivos raiz; útil apenas com “-A”
-r [<fd>] relata estatísticas para cada dispositivo verificado;
descritor de arquivos fd é para interface gráfica (GUI)
-s serializar as operações de verificação
-T não mostra o título no início
-t <tipo>especifica tipos de sistemas de arquivos a serem verificados;
pode ser uma lista separada por vírgula
-V explica o que está sendo feito

-?, –help display this help
–version display version

Veja os comandos específicos do fsck.* das opções de sistemas de arquivos disponíveis.
Para mais detalhes, veja fsck(8).

Contador, Analista e Desenvolvedor de Sistemas, com especializações em Contabilidade, Finanças e Análise de Dados, além de mestrado em Contabilidade e Finanças e cursos de extensão em instituições de ensino internacionais, nas áreas financeira e de análise de dados (Yale University, University of Michigan e Johns Hopkins University). Professor Universitário de Graduação em Porto Alegre e Pós-Graduação nas cidades de Porto Alegre, Caxias do Sul, Osório e Miami (USA), palestrante em diversos eventos no Brasil e Estados Unidos, desde 2005. Master Coach Trainer, membro da ICF Brasil e IAC. Já treinou mais de 10.000 pessoas, desde o ano 2.000, no Brasil e nos EUA. Saiba mais na página Sobre.

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 3 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.